Pinacoteca do Estado de São Paulo | 2009

Site specific
Pinacoteca do Estado de São Paulo

São Paulo 

A instalação na Pinacoteca foi composta por cinco placas translúcidas e retorcidas de policarbonato, suspensas por barras de aço que cruzam o primeiro e o segundo andares do museu. O trabalho sugere ao visitante uma nova relação com um dos espaços mais tradicionais da Pinacoteca: as passarelas projetadas pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha.

Iole de Freitas explica que escolheu o policarbonato transparente na composição da obra, para que sua exposição não interferisse nas características arquitetônicas do prédio. “Os elementos vão atravessando o espaço, preenchendo-o com novas curvaturas e linhas. Com a incidência da luz, formam novos ambientes que oferecem múltiplas possibilidades estéticas e espaciais não só através do olhar, mas também pelo deslocamento do próprio corpo”.

Esta exposição com o patrocínio da Gerdau foi montada diante dos visitantes do museu a partir de um único sistema, cuja base é a relação entre linhas, planos e espaço.

English

The installation at the Pinacoteca was composed of five translucent plates and twisted polycarbonate, suspended by steel bars that cross the first and second floors of the museum. The work suggests to the visitor a new relationship with one of the most traditional spaces of the Pinacoteca: the walkways designed by the architect Paulo Mendes da Rocha.

Iole de Freitas explains that he chose the transparent polycarbonate in the composition of the work so that his exposure would not interfere with the architectural features of the building. “The elements go through space, filling it with new curves and lines. With the incidence of light, they form new environments that offer multiple aesthetic and spatial possibilities not only through looking but also through the displacement of one’s own body. “

This exhibition, sponsored by Gerdau, was set up in front of the visitors of the museum from a single system, based on the relation between lines, planes, and space.